Luis Leite

Nome: Luis Ribeiro Leite

Cidade Natal: Braga - Portugal

Data Nascimento: 05/12/1985

Reside : Madri - Espanha

Profissão: Oceanógrafo e Estudante Data Science


Desde pequeno que sou um apaixonado pelo mar, gostava da agua salgada, de brincar na praia e de pegar onda com o bodyboard.

Na adolescência passava minhas tardes no computador vendo os mapas de meteorologia e oceanografia da marinha americana (FNMOC), queria saber se no próximo dia teria boas ondas. As previsões eram perfeitas mas muitas vezes mesmo chegando com o terral e a maré correta não tinha aquela onda perfeita. Para tentar compreender o porque de toda essa incerteza decidi estudar Oceanografia Física.

image

Assim podia compreender melhor essa área que tanto me fascinava, as ondas, o mar, as marés o vento e as correntes. Quando acabei os estudos e depois de trabalhar num projeto de energia das ondas decidi trabalhar como surveyor (pesquisador/topógrafo).

Podia agora passar a maior parte do meu tempo dentro d’água estudando o mar, controlar a sua qualidade e o impacto que provocava nas zonas costeiras. Fui viver para as Ilhas Canarias - Espanha, de frente para o mar. Trabalhei de mergulhador, fiz estudos de modelagem de correntes e ondas e monitorei a qualidade das aguas por todas as ilhas do arquipélago. Tive a oportunidade de viver do mar e de disfrutar dele. Passava muito tempo na agua, às vezes trabalhando e outras pegando onda. Vi paisagens incríveis trabalhei em lugares remotos de vários países do mundo e em parques naturais protegidos.

image
image

Recentemente fui viver na Holanda para trabalhar numa empresa de monitoramento costeiro. Trabalhei por toda a costa do país mas também em Myanmar e São Tomé e Príncipe, vivi uma experiência incrível e descobri que a pesar de só ter onda pequena tem uma cultura de surf igual a países como Portugal, Brasil ou Austrália.

Ao longo da minha vida aprendi a disfrutar das ondas de varias maneiras, com bodyboard, de peito, de surfe, de long ou nadando no mar. Para mim não é importante a maneira de como conectamos com o mar, mas sim o prazer que temos quando estamos dentro de água.

image

As viagens foram outro grande prazer que apareceu com esta paixão pelo mar. A busca de novas ondas fizeram-me viajar pelo mundo inteiro, conheci muitas pessoas e vi lugares maravilhosos.

Para agradecer tudo o que o mar tem me dado ao longo dos últimos anos decidi melhorar a conscientização das pessoas e sou um dos coordenadores da ONG Surfrider Foundation Porto (em Portugal) que visa a defesa, recuperação e gestão sustentável do mar, da costa e das pessoas que desfrutam dele.

image